Bem-vindo de volta ao estúdio Epilog! Nesta visão geral do projeto, analisamos a construção de uma placa iluminada por LED. Veja o vídeo acima ou leia sobre o projeto em baixo para ver como o acrílico cortado e gravado e uma folha de contraplacado cortada a laser podem ser usados para criar um expositor simples mas eficaz.

Um dos aspetos versáteis e inspiradores das máquinas Epilog Laser é que podem ser usadas para gravar os gráficos que serão o ponto central do trabalho final e também para cortar as peças usadas para produzir o resto do seu projeto. Muitos projetos podem beneficiar da capacidade do laser para produzir gráficos nítidos, limpos e personalizados. Em alguns casos, a máquina a laser pode ser potencializada como uma ferramenta de fabrico e noutros podem ser usados os dois recursos.

Transferir gráficos


Materiais necessários


Usámos um Fusion Pro 48 120w:

Contraplacado

Vector - Velocidade: 25% // Potência: 100% // Frequência: 10%

Acrílico

Vector - Velocidade: 10% // Potência: 100% // Frequência: 100%

Gravação - Velocidade: 100% // Potência: 50% // Resolução: 500 DPI


Preparação do acrílico

Iremos começar por pintar a parte traseira de uma folha de acrílico de 12" x 24" (304,8mm x 609,6mm) Pode usar qualquer tinta de cor, aqui usámos o preto para dar um bom contraste. Se o seu acrílico estiver pré-revestido, não se esqueça de retirar o revestimento de um dos lados antes da pintura.

Pintura com spray do exterior de uma folha de acrílico

Cortar o contraplacado

Enquanto a tinta seca, vamos cortar os componentes de madeira da placa. Carregamos a folha de contraplacado na máquina. Estamos a usar uma Fusion Pro 48 de 120 watts, onde encaixa perfeitamente uma folha de contraplacado de tamanho padrão de 24" x 48" (609,6 mm x 1219,2 mm) que encontra em qualquer loja de ferragens. Se estiver a usar uma máquina mais pequena, certifique-se de que usa uma folha de madeira mais pequena e, possivelmente, corte os componentes em vários lotes.

Carregamento de uma folha inteira de contraplacado numa Epilog Laser Fusion Pro

Estamos a usar um contraplacado leve de 1/4" (6,35 mm), mas pode usar qualquer madeira ou outro material seguro para laser que desejar - isso vai afetar apenas o peso da placa final e as configurações que terá de usar ao cortar com o laser. Consulte sempre a lista de definições de materiais recomendados no manual do laser para começar a aprimorar sua velocidade e potência.

Vista de perto de duas folhas de contraplacado

Na realidade, o contraplacado de 1/4" (6,35 mm) tem quase 0,2 polegadas (5,08 mm) de espessura, o que contabilizámos nos malhetes do ficheiro de desenho. Se estiver a trabalhar com um material mais espesso, precisa de ajustar as imagens de forma adequada.

Vista de perto do grão final de uma folha de contraplacado de um quarto de polegada

Todas as nossas peças encaixam-se perfeitamente em cerca de dois terços da nossa folha de contraplacado, portanto aplicamos as configurações de 25% de velocidade, 100% de potência e 10 frequência e enviamos para o laser para cortá-las.

Componentes do letreiro prontos para impressão no Epilog Software Suite
Definições de corte (contraplacado)
Máquina: Fusion Pro de 120 Watt, CO2
Velocidade12% Potência100% Frequência100%
(Não deixe de consultar as definições de materiais recomendadas no manual da sua máquina.)
A Epilog Laser a fazer um corte inicial no contraplacado.
A Epilog Laser a cortar pedaços de contraplacado.
A máquina Epilog laser a cortar uma ranhura de fechadura
A máquina Epilog Laser a cortar os malhetes.
Uma folha de contraplacado cortada a laser numa máquina Epilog Laser.

Pintar os componentes de contraplacado

Quando tivermos as peças de contraplacado, vamos pintar aquelas que vão ficar expostas na parte externa da placa. Isto inclui a moldura frontal, as faces laterais e o painel traseiro. Pintá-las de preto ajuda a placa a ficar com um aspeto uniforme, dando destaque aos gráficos da placa. Mais uma vez, pode pintar, manchar ou finalizar os componentes da maneira que desejar.

Pintura com spray de contraplacado cortado a laser.

Gravar o acrílico

Em seguida, enquanto esperamos que as peças sequem, gravamos o acrílico pintado com o gráfico. Estamos a usar uma folha de 12" x 24" (304,8 mm x 609,6 mm) e cortamos um retângulo um pouco mais pequeno. Também nos certificámos de que o acrílico tem cantos arredondados. Estes cantos serão cobertos pela moldura frontal da placa e ajudam a garantir que não encontramos nenhum problema resultante do ajuste ser demasiado apertado.

Vamos gravar na parte de trás do acrílico, portanto, espelhamos o gráfico para garantir que se lê corretamente quando visto de frente. Imprimimos o gráfico no laser e deixamos a máquina fazer o seu trabalho.

Grafismos do letreiro invertidos no CorelDRAW.

Ajuste as configurações adequadamente - estamos a usar 100% de velocidade, 50% de potência e uma resolução de 500 DPI para a gravação e 10% de velocidade, 100% de potência e 100% de frequência para o corte.

Grafismos do letreiro invertidos no Epilog Dashboard.
Configurações de gravação (acrílico)
Máquina: Fusion Pro de 120 Watt, CO2
DPI500 Velocidade100% Potência50%
(Não deixe de consultar as definições de materiais recomendadas no manual da sua máquina.)
Acrílico pintado com spray e gravado a laser.
Outro ângulo do acrílico pintado a ser gravado.
Configurações de corte (acrílico)
Máquina: Fusion Pro de 120 Watt, CO2
Velocidade10% Potência100% Frequência100%
(Não deixe de consultar as definições de materiais recomendadas no manual da sua máquina.)
A Epilog Laser a cortar o acrílico.

Montagem da placa

Agora, está na hora da montagem. Começamos por criar a estrutura interna ao colar os cantos, usando alguns blocos 1-2-3 para ajudar a garantir que estamos a obter ângulos retos. Também vamos colar as faces dos cantos, o que nos vai dar uma superfície para montar o painel traseiro.

Colagem dos componentes de contraplacado cortados a laser.
Colagem dos malhetes cortados a laser no contraplacado.

Em seguida, anexamos as faces laterais do quadro externo. Não se esqueça de virar o quadro interno para que as faces planas do canto fiquem no chão. Isso vai garantir a criação de um rebordo no interior da estrutura externa, pois os componentes internos da estrutura não são tão largos quanto os componentes externos. Este rebordo será o local onde mais tarde vamos inserir a frente de acrílico.

Aplicação de cola numa peça de contraplacado cortada a laser.
Vários grampos a fixar os dois componentes de contraplacado colados.
Mais grampos para fixar o contraplacado cortado a laser e colado.

Feito isto, temos de aplicar fita adesiva nas superfícies internas do quadro. É aconselhável cobrir o interior da caixa com material refletor, para que a luz dos nossos LED seja refletida atrás do acrílico e nos dê alguma iluminação uniforme.

Descolar a fita adesiva de alumínio refletora.

Vamos aplicar a fita na moldura e, em seguida, no lado interior do painel traseiro. Podemos ser um pouco imprecisos com os rebordos, pois não serão visíveis quando a peça estiver finalizada.

Aplicação da fita adesiva de alumínio refletora no interior das laterais da caixa cortada a laser.
Aplicação de fita adesiva de alumínio no painel posterior de contraplacado.
O painel posterior de contraplacado revestido a fita adesiva de alumínio.

Voltamos com uma lâmina de precisão e uma chave de fendas para garantir que os vários orifícios de montagem não estão bloqueados.

Com um X-ATO para cortar a fita adesiva de alumínio da ranhura da fechadura.

Fixamos o painel traseiro com algumas porcas e parafusos.

Parafusos colocados nos orifícios do painel posterior.
Fixação de uma porca em torno de um dos parafusos do painel posterior.

Agora, chegou a altura de juntar as nossas fitas adesivas de luz LED. O nosso adesivo LED não colou tão bem como gostaríamos. Acabou por servir satisfatoriamente, mas talvez seja conveniente explorar outras opções.

Fita de luz LED USB flexível, cortável e adesiva.
Aplicação de fita de luz LED adesiva nos lados interiores da caixa.
Fita de luz LED no interior da caixa do letreiro.
Fita de luz LED no canto interior da caixa do letreiro.

A seguir, vamos colocar a moldura na parte de trás e colocar a folha de acrílico no rebordo criado na moldura interior.

Colocação do acrílico na parte frontal da caixa do letreiro.
Vista de perto da inserção do acrílico na parte frontal da caixa do letreiro.
O acrílico retro-iluminado pela fita de luz LED.

Vamos testar os LEDs para nos certificarmos de que está tudo a funcionar corretamente e depois colamos a moldura frontal.

Aplicação de cola nas extremidades frontais expostas da caixa do letreiro.
Colocação da moldura frontal do letreiro na cola, fixando-a à caixa.

Depois podemos ligar o letreiro e está feito. Já temos um letreiro pronto com luz LED cortado e gravado com uma Epilog Laser.

Letreiro com luz LED pronto numa secretária, atrás de um microscópio.

Esperamos que este projeto tenha sido útil para inspirá-lo a pensar em como uma máquina laser pode ser usada não só para gravar grafismos detalhados, mas também como pode ser usada na produção de componentes e peças. Até à próxima e desfrute do seu laser!


Onde pode usar letreiros em acrílico com luz LED cortados e gravados a laser?

  • Salas de aula
  • Bibliotecas
  • Expositores de pontos de venda
  • Sala de convívio do escritório

Obter brochura e amostras grátis

Receba brochuras e amostras e obtenha mais informações nossas, ou do seu distribuidor local.

*
*
*
*
software do serviço de apoio